Open Source Sofware

Erro
  • Despublicado

Campanhas 2019

SMTT intensifica ações educativas nas principais vias de circulação de Aracaju




18.03.19 18:16

 

Respeito e responsabilidade constituem os eixos determinantes da transformação do comportamento da população no trânsito. Por isso, dentro do Planejamento Estratégico da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), há projetos específicos voltados para a educação no trânsito que contemplam a realização de diversas ações nas vias da cidade com maiores índices de acidentes. Sendo assim, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) tem intensificado as atividades educativas nestes locais, a exemplo da avenida Tancredo Neves, com o objetivo de reduzir as ocorrências de acidentes. Este ano, já foram realizadas mais de 15 ações na Tancredo e nesta terça-feira, dia 19, serão feitas mais duas.

 
Segundo a agente de trânsito Heloísa Resende, que faz parte da Coordenadoria de Educação para o Trânsito (CET) da SMTT, atividades como estas são fundamentais para a prevenção de acidentes. Ela ressalta que a falta de respeito às leis de trânsito e sinalizações ainda são os principais causadores de acidentes. 

 
“Através da educação, podemos formar cidadãos mais conscientes no trânsito. Em vias de grande fluxo, como a Tancredo Neves, normalmente ocorrem mais acidentes por falta de respeito dos condutores às sinalizações e leis de trânsito, e isso precisa mudar. Estamos realizando constantemente ações educativas nesta avenida e em outras vias da capital, levando mensagens de conscientização a condutores, ciclistas e pedestres. A educação é de suma importância para a construção de um trânsito seguro”, disse.  

 
Nas ações realizadas na Tancredo Neves, além da equipe de educação abordar condutores, é feito um trabalho educativo também com pedestres que estão circulando na avenida. “A faixa de pedestre deve ser utilizada para a travessia segura e passamos isso sempre para a população. E os condutores também precisam respeitar a faixa e parar, com segurança, para a travessia dos pedestres. Se cada um fizer a sua parte, teremos um trânsito mais tranquilo e com menos acidentes”, frisa Heloísa.

telefones-home620

banner-fala-cidadao3