Open Source Sofware

Mobilidade Reduzida

Adaptação de táxis para pessoas com mobilidade reduzida é tema de reunião




08.05.13 12:16

 

Diálogo inicial aconteceu no gabinete da SMTT (Foto: Ascom/SMTT)

Nesta terça-feira, 7, a secretária municipal de Defesa Social e Cidadania, Georlize Teles, que em sua pasta administra a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), recebeu a visita dos vereadores Lucas Aribé e Adriano Taxista. Na pauta, um dos assuntos indissociáveis do trabalho realizado pelo órgão: acessibilidade.


De imediato, Aribé propõe a discussão de um projeto de lei de iniciativa própria para adaptar o serviço de táxi para pessoas com mobilidade reduzida em Aracaju. “Temos como base o que foi feito em cidades como Fortaleza, Porto Alegre, Belo Horizonte, e São Paulo. Trata-se de uma adequação estrutural no veículo para facilitar o acesso”, coloca o vereador.


Para a secretária Georlize Teles, é possível obter avanço a partir do momento em que as diretrizes e valores estão juntos no objetivo único de direcionar benefícios inerentes à coletividade. “Esta é uma necessidade e não um favor do poder público para quem tem mobilidade reduzida. Lutamos pela inclusão, mas se não há transporte específico para este público, como suscitaremos cidadania?”, reflete Georlize Teles.


Ela lembra que o primeiro ponto a ser analisado é o custo do projeto e sua implantação em Aracaju. “No universo dos taxistas, precisamos saber quais querem o serviço para a Prefeitura Municipal poder intervir. A priori, o assunto começou a ser discutido agora, nada impede de analisarmos os modelos que deram certo no Brasil para tirarmos como referência para estudo e avaliação. O interesse do vereador Lucas Aribé é o mesmo do poder público: o direito garantido por todos os cidadãos sendo executado”, avalia Georlize.



telefones-home620

banner-fala-cidadao3