Open Source Sofware

Mobilidade Reduzida

SMTT e empresas de ônibus discutem aplicação da Lei de inclusão da pessoa com deficiência




08.03.16 20:15

Desde janeiro, a nova Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI) garante mais direitos às pessoas com deficiência, além de prever punições para atos discriminatórios. Atenta a isso, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), em parceria com as empresas que realizam o transporte coletivo por ônibus em Aracaju, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e a Comissão Estadual de Mobilidade e Acessibilidade, estão traçando metas para a melhoria do atendimento às pessoas com necessidades especiais. Na tarde desta segunda-feira, 07, os participantes reuniram-se no auditório da SMTT para analisar a proposta das empresas de ônibus de treinamento continuado para os profissionais da área.



Essas reuniões que visam o cumprimento da LBI são realizadas desde fevereiro. O encontro de ontem serviu para que as empresas de ônibus apresentassem o planejamento de melhorias no atendimento e acessibilidade da pessoa com necessidade especial. Como objetivos específicos das empresas estão aplicação de forma funcional da lei 13.146, a capacitação dos colaboradores, visando a conscientização dos mesmos quanto a importância do bom atendimento, a adequação e melhoria da acessibilidade da pessoa com deficiência, a promoção da compreensão da necessidade de alinhamento, cooperação e sensibilização do grupo frente ao atendimento e a melhoria dos treinamentos para o manuseio dos elevadores.



Os treinamentos serão desenvolvidos nas dependências das empresas, as quais disponibilizarão recursos, instrutores capacitados e recursos audiovisuais.



De acordo com o ouvidor da SMTT, Rômulo Barros, a participação do Conselho Municipal e da Comissão Estadual auxiliará os treinamentos oferecidos pelas empresas. “Sugerimos que os conselhos municipais e estaduais confeccionassem cartilhas de atendimento a pessoa com deficiência para distribuição dentre os profissionais da área. Eles sabem falar melhor do que nós a respeito do que precisa melhorar no quesito acessibilidade em ônibus. Falam por experiência”, disse Rômulo.



Ficou marcada para o dia 4 de abril uma reunião de apresentação da Cartilha de Atendimento à pessoa com Deficiência a ser distribuída dentre os profissionais do transporte, no auditório da SMTT.



Presenças



Além do ouvidor da SMTT, Rômulo Barros, participaram da última reunião o vice-presidente da Comissão Estadual de Mobilidade e Acessibilidade, Leonel Aquino, os representantes das empresas de ônibus de Aracaju e o representante do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

telefones-home620

banner-fala-cidadao3