Open Source Sofware

Pedestre

SMTT é homenageada pela associação de moradores do Orlando Dantas




14.03.14 19:23

 

Superintendente Nelson Felipe participa de missa realizada no Orlando Dantas em alusão aos dez anos da Avenida Gasoduto (Fotos: Ascom/SMTT)

Em comemoração aos dez anos do canteiro central existente na avenida Gasoduto, localizada no Orlando Dantas, a associação de moradores realizou uma missa na manhã de hoje, 14, em agradecimento à Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) pelos serviços prestados. Dentro das homenagens está a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Defesa Social e da Cidadania, responsável por revitalizar toda a sinalização da região.


O superintendente Nelson Felipe agradeceu a oportunidade. “Esta é uma clara demonstração de compromisso da SMTT com a comunidade, neste caso, do Orlando Dantas. O serviço prestado na região é nosso dever de órgão público e o papel cidadão desempenhado pela associação merece ser reconhecido, uma vez que é capaz de conservar as ações realizadas e de recorrer à administração pública sempre que necessário”, reforça Nelson Felipe.


De acordo com o presidente da associação de moradores, Leonildo de Barros e Silva, o contato feito com a SMTT foi providencial por ter sido prontamente atendido e recebido. “Nunca estivemos tão próximos da SMTT quanto nesta gestão, que nos recebeu em todos os momentos que precisamos, realizou reuniões e nos envolveram de uma forma que eu, sinceramente, não esperava. Ficamos felizes com toda assistência e participação da Prefeitura”, considera Leonildo.


Durante as atividades de comemoração da comunidade, a equipe de Educação para o Trânsito esteve presente com apresentações teatrais em alusão à conscientização das leis de trânsito, bem como realizando ações educativas, abrangendo a comunidade. “Eu gostei muito do teatro da SMTT, porque é engraçado e ao mesmo tempo sério. A gente sai pensando em como dá para mudar algumas coisas que fazemos todos os dias quando estamos na rua transitando”, conta a estudante Larissa Barros.



telefones-home620

banner-fala-cidadao3