Open Source Sofware

Pedestre

SMTT comemora Dia Mundial Sem Carro durante Semana Nacional de Trânsito




22.09.14 19:00

 

O superintendente da SMTT, Nelson Felipe da Silva Filho, conversou com a plateia, dizendo que quando era estudante ia para a escola de bicicleta e isso ajudava na boa fluidez do trânsito.

O quinto dia da Semana Nacional de Trânsito (SNT) ‘Cidade Para as Pessoas: Prioridade e Proteção Para o Pedestre’ começou movimentado nesta segunda-feira, 22. Para comemorar o ‘Dia Mundial Sem Carro’, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito e os parceiros do Comitê Municipal de Mobilização Pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito (Comsepat) criaram uma ciclofaixa na av Tancredo Neves.


Essa foi a primeira vez que Aracaju teve espaço reservado para o fluxo de bicicletas, em uma das vias mais movimentas da cidade, principalmente nos horários de pico. A ciclofaixa funcionou desde às 5h até às 9h, ligando as ciclovias da av São Paulo à da Tancredo Neves, já próximo ao Huse. O objetivo foi incentivar a população, mostrando que as vias podem ser compartilhadas com todos os tipos de veículos.


De acordo com o diretor de trânsito da SMTT, cap. J. Luiz Ferreira, é possível que veículos de diferentes tipos circulem em uma mesma via, se cada um respeitar o espaço do outro. “Nós entendemos que a bicicleta é um modal totalmente viável em Aracaju e queremos divulgá-lo, já adiantando para as pessoas como será a ciclovia que pretendemos construir aqui, interligando todos esses espaços para os ciclistas”, falou.


Parceiro no incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte, o presidente da ONG Ciclo Urbano, Luciano Aranha, pedalou no percurso de quase 2 Km de ciclofaixa, desde a av São Paulo. Para ele, ações como essas é um incentivo à criação da cultura da bicicleta. “Essa é uma ação muito positiva porque nessa via, em horários de pico, é estimado que circulem cerca de mil ciclistas, e eles estão sempre sujeitos a ‘finos’ que são tirados dos carros, então essa ciclofaixa facilitou e muito quem pedala”, enfatizou.


Palestra


Dando abertura à palestra para alunos do ensino médio, no auditório do Tribunal de Contas, o superintendente da SMTT, Nelson Felipe da Silva Filho, conversou com a plateia, dizendo que quando era estudante ia para a escola de bicicleta e isso ajudava na boa fluidez do trânsito. “Hoje, Aracaju tem cerca de 610 mil habitantes e 270 mil carros licenciados. Isso gera uma média de um carro para duas pessoas. Somando ainda os veículos de outros municípios, quase 400 mil carros circulam diariamente em nossa cidade. E qual o horário em que isso mais acontece? Quando seus pais estão levando e buscando vocês na escola. E todos se encontram na rua”, comentou.


Palestrante da manhã, Eduardo Biavati, especialista nas questões contemporâneas do trânsito, juventude e mobilidade urbana no Rio Grande do Sul e São Paulo, chamou a atenção para a necessidade de reaprender a dividir os espaços. Utilizando noções de física e conhecimento do corpo humano, ele mostrou que as principais consequências dos acidentes de trânsito são ocasionadas por lesões cerebrais, irreversíveis na maioria das vezes.


Uma das lições abordadas por Biavati, foi a utilização do celular no volante. “Quando a pessoa pega o celular e começa a digitar no Whatsapp, por exemplo, você desvia o olhar do trânsito. Então, o que você está tendo é como se fosse uma cegueira. Num momento como esse, você acaba atropelando um pedestre. E a gente acha que o atropelamento é passar por cima do pedestre. Se isso acontecesse, não seria tão ruim quanto o que acontece na vida real. Atropelamento é uma rasteira nas pernas do pedestre, arremessando ele para longe”, contou.


Biavati falou ainda sobre a utilização correta do capacete para motociclistas, que se utilizado corretamente, unido a uma velocidade de no máximo 70 Km/h, impede 45% das lesões fatais. Ele finalizou, falando obre a utilização do cinto de segurança no banco traseiro e demonstrando que toda colisão são na verdade três. A primeira é a deformação do veículo; a segunda, o impacto do corpo contra o veículo, e a terceira, o deslocamento dos órgãos internos do envolvido.


Às 19h, Eduardo Biavati irá palestrar no Sest/Senat. Para amanhã a programação da SNT terá seu início às 8h com abordagem educativa e lúdica nos terminal DIA, às 9h apresentação de teatro na escola Presidente Vargas e a noite, às 19h, o Trânsito em Debate na faculdade Maurício de Nassau com a participação de Nelson Felipe, Dra. Georlize Teles e Major Machado.


Confira a continuação da SNT, na programação: http://www.smttaju.com.br/images/pdf/PROGRAMACAO_SNT_SMTT160914.pdf

telefones-home620

banner-fala-cidadao3