Open Source Sofware

Pedestre

Semana Nacional de Trânsito: palestra com Eduardo Biavati acontece no auditório do Sest/Senat




23.09.14 16:45

 

Fotos - ASCOM SMTT

Em continuidade à Semana Nacional do Trânsito (SNT) ‘Cidade Para as Pessoas: Proteção e Prioridade ao Pedestre’, a noite desta segunda-feira, 22, foi marcada pela palestra do especialista em educação e segurança no trânsito, Eduardo Biavati, no Sest/Senat, promovida pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e os parceiros do Comitê Municipal de Mobilização pela Saúde, Paz e Segurança no Trânsito (Comsepat).


O evento foi aberto com a animada e educativa encenação do Grupo de Teatro da SMTT, ‘Os Cones’. Depois, o palestrante deu início à exposição apresentando a todos a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011- 2020, realizada pela ONU. Um compromisso político, institucional e orçamentário de longo prazo, para reconhecimento das desigualdades e proteção dos usuários vulneráveis, com metas quantitativas e objetivas.


Para a secretária da Defesa Social e da Cidadania, Georlize Teles, receber um palestrante com o histórico do Biavati, relacionado à questão de mobilidade urbana, é muito importante para essa Semana Nacional de Trânsito. “A palestra dele serviu para reforçar que todos nós somos pedestres. Somos a figura mais importante. Se pensarmos no trânsito para o pedestre, logo teremos a efetividade que desejamos”, afirmou.


Por meio de vídeos, dados comparativos e depoimentos de vítimas, Eduardo Biavati expôs medidas a serem tomadas pelo poder público para cumprir seu papel na garantia da segurança da população, até mesmo diante dos erros. “Segundo pesquisas, no Brasil, em 2012, ostentávamos o alarmante número de 44.812 mortes por acidentes de trânsito. E gastamos cerca de 40 bilhões de reais com esses acidentes”, apontou o palestrante, concluindo que é possível reduzir esses dados, já que entre os anos 1996-2000 houve uma significativa redução desses números, período que entrava em vigor o atual Código de Trânsito Brasileiro.


Ele destacou ainda a ‘Pense’, Pesquisa Nacional de Saúde Escolar realizada pelo IBGE, com 110 mil alunos do 9° ano do ensino fundamental, e que revelou o enorme número de jovens que consomem ou já consumiram bebida alcoólica, cigarro e outras drogas, além do alto índice de jovens que não usam cinto de segurança. “É missão do poder público e da família orientar esses jovens, e assim diminuir o número de acidentes entre eles; segundo a pesquisa, essa uma das faixas etárias com maior índice de acidentes de trânsito”, afirmou.


O superintendente de Transportes e Trânsito (SMTT) de Aracaju, Nelson Felipe da Silva Filho, ressaltou a aplicabilidade dos programas de conscientização no trânsito na capital. “Todas as informações passadas pelo Biavati são relevantes. Precisamos cada vez mais mostrar à população a importância de respeitar os limites de velocidade e as sinalizações para um trânsito mais seguro”, concluiu.


Na terça-feira, 23, a programação da SNT iniciou às 8h com abordagem educativa e lúdica no Terminal de Integração do DIA. Às 9h, o Grupo de Teatro ‘Os Cones’, se apresentou na Escola Presidente Vargas e às 19h, acontecerá o Trânsito em Debate, na Faculdade Maurício de Nassau, com a participação do superintendente da SMTT, Nelson Felipe, a secretária da Defesa Social e da Cidadania, Georlize Teles e o comandante da CPTran, major Fábio Machado.


Confira na programação:

http://www.smttaju.com.br/images/pdf/PROGRAMACAO_SNT_SMTT160914.pdf

telefones-home620

banner-fala-cidadao3